Betelgeuse pode explodir a qualquer momento

Calma! Este momento pode variar dentre hoje e daqui 100 mil anos e a maior chance é de que ocorra daqui daqui muito tempo.

Alpha Orionis (α-Orionis), conhecida pela alcunha de Betelgeuse, é uma das mais brilhantes estrelas do céu noturno e faz parte da constelação de Órion , o caçador, vista nos meses de verão no hemisfério sul.

Poucos sabem, mas esta supergigante vermelha, localizada no ombro de Órion, a constelação das três Marias, irá explodir muito em breve numa fabulosa Supernova e será uma das mais poderosas já observadas pelos seres humanos.

A gigante vermelha é mil vezes maior que o sol e seu brilho chega a ser até 100 mil vezes mais intenso que o de nossa estrela vizinha. O mais curioso de tudo isso é que Betelgeuse poderá explodir em uma grande supernova hoje ou daqui a 100 mil anos. Apesar disso, a grande probabilidade é que a explosão ocorra em 100 mil anos. Além disso, devemos considerar a distância de Betelgeuse à Terra, da ordem de 500 anos-luz, isto significa que, após a explosão, só será possível observar o resultado após 500 anos.

Na verdade, é muito difícil de prever exatamente quando ocorrerá esta explosão, mas será uma das maiores já observadas na terra. Estima-se que o brilho da explosão perdurará por meses ou anos no céu noturno terrestre e poderá ser comparável à Lua crescente. Alguns dizem, porém, que poderá ser semelhante à Lua cheia.

stellarium_orion

Constelação de Órion (Stellarium)

Supernova

A estrela de Órion é uma supergigante vermelha, uma estrela muito massiva com brilho poderosíssimo. Calcula-se que Betelgeuse tenha queimado todo o hidrogênio de seu núcleo e está na fase do consumo do hélio, que é convertido em carbono.

Quando ocorrer a explosão, a onda de choque, resultado da intensa energia liberada, chegará ao nosso sistema solar. Apesar de existir preocupação com as possíveis consequências à vida na Terra, os astrônomos garantem que nossa Heliosfera, o campo magnético do sol, que envolve todo o sistema solar, protegendo-o, fará seu trabalho e protegerá o sistema solar das partículas potencialmente letais à vida.

 

Dados técnicos

Distância de Betelgeuse ao Sistema Solar: 497 anos-luz (149.100.000 Km)

Temperatura superficial: 3315,556º C

Raio: $$6,2\cdot 10^{8} km$$ (aproximadamente 900 vezes maior que o raio solar)

Massa: $$3,9782\cdot 10^{31} Kg$$ (20 vezes maior que a massa solar)

betelgeuse_sun

Comparação Betelgeuse X Sol (Fonte: Phoenixsic)

 

 

Loading...