Antigo palácio em Gezer pode ter pertencido ao rei Salomão

Escavação arqueológica revela antiga construção palacial em Gezer, Israel. A intrigante descoberta ,denominada “Palácio de Salomão”, em referência ao mítico monarca das 12 tribos de Israel, pode apoiar a veracidade histórica de certos excertos bíblicos.

e

A construção foi datada de 3.000 anos atrás, do décimo século antes de Cristo, de acordo com os arqueólogos responsáveis pelas escavações. Embora não existam indicações de qual rei tenha morado ali, tampouco se fora residência real, os pesquisadores acreditam que a construção foi erguida no reinado de Salomão, devido a existência de artefatos filisteus encontrados no sítio arqueológico. Na bíblia, a cidade foi habitada por estes povos vindos do ocidente, antes da expulsão promovida por Davi, pai de Salomão.

Steve Ortiz, professor e diretor das escavações, afirma que a edificação era significativamente maior que as casas comuns daquele período, sugerindo ser residência de alguém importante. O sítio arqueológico ainda proveu achados interessantes, como a face de uma deusa, amuletos, uma outra deusa da fertilidade cananeia, dentre outros.

Isso levou os arqueólogos a especularem que a cidade era predominantemente cananeia, embora os artefatos filisteus sugiram a a coexistência pacífica entre ambos, ou uma forte relação comercial.

Gezer está situada num importante entrocamento de estradas que levam para a costa e para Jerusalém. A cidade é muito mais antiga que o período de Davi e Salomão, com evidências que sugerem uma ocupação da Idade do Cobre, no quarto milênio antes de Cristo. Há 3400 anos, a população cananeia estava sob influência do antigo Egito, apesar da distância geográfica entre eles. Numa escavação anterior, um cartucho egípcio do Faraó Amenotep III foi encontrado naquele sítio.

Ortiz e seus colegas também descobriram outros elementos bíblicos no local. O primeiro testamento aponta Gezer como um presente do faraó ao rei Salomoão, como dote por sua esposa, e Salomão teria reconstruído a cidade no final do décimo século antes da era cristã. Os arqueólogos sugerem que o complexo do palácio tenha sido erguido por um rei com reais condições financeiras para isso, o que aponta para Salomão.

Apesar das evidências, os objetos devem ter sua idade testada por datação radiométrica, por isso, as ligações com relatos bíblicos ainda são muito prematuras.

NewHistorian

Loading...