Achada a tabela trigonométrica mais antiga do mundo

Pesquisadores revelaram que uma antiga tábua babilônica, de cerca de 3700 anos, é a tabela trigonométrica mais antiga do mundo. Os cientistas australianos acreditam que a tabela tenha sido usada por antigos matemáticos, com a finalidade de realizarem cálculos de engenharia e construção.

Os achados jogam luz e surpreendem, mostrando a sofisticação científica entre os babilônicos, que estudaram a geometria euclidiana muitos anos antes dos gregos.

Denominada Plimpton 322, a pequena tábua foi achada no sul do moderno Iraque e contém 4 colunas e 15 linhas de números em escrita cuneiforme. A numeração está escrita no sistema sexagesimal, aquele que é escrito em base 60. Anteriormente, acreditava-se que o artefato tinha função pedagógica.

Como argumenta o Dr Daniel Mansfield, coautor do estudo, a incógnita era a finalidade do material: “Nossa equipe mostrou que o Plimpton 322 descreve as dimensões de um triângulo retângulo, usando um novo tido de trigonometria, baseada em razões, não em ângulos e círculos. Sem dúvida, um trabalho matemático formidável, feito por um matemático genial da época”, afirma o pesquisador.

Hiparco de Niceia (120 a. C) é tido como o pai da trigonometria, com sua famosa tábua de cordas em um círculo, a mais antiga tábua trigonométrica até então. O Plimpton 322 desbancou o trabalho de Hiparco, uma vez que o artefato é cerca de 1000 anos mais antigo, de acordo com o Dr. Wildberger, outro coautor da pesquisa.

“Há um inestimável tesouro de tábuas babilônicas, mas uma pequena fração ainda foi desvendada e estudada. Os matemáticos estão a acordar para tudo o que podemos aprender com este conhecimento antigo, porém sofisticado”, emenda Wildberger.

NewHistorian

Sistema “Hora-Minuto-Segundo”, um exemplo de numeração sexagesimal.